berijela grandeQuando estamos dispostos a encarar uma mudança radical em nossos hábitos alimentares, logo pensamos em investir em produtos e alimentos caros, como se isso fosse sinônimo de emagrecimento garantido.

A realidade não é bem assim! Se não você não se esforçar, resistindo às tentações alimentares, então não alcançará resultados duradouros, ainda que esteja gastando rios de dinheiro com suplementos ou produtos importados para redução de gordura.

E por falar em produtos caros, de tempos em tempos aparece um novo produto quase milagroso que se esgota em poucos dias da prateleira.

Macarrão oriental com baixo índice de carboidrato, frutas secas do oriente, chás amargos dos Alpes, entre outros, são alguns exemplo de produtos caros, que podem até ajudar no processo de emagrecimento, mas podem ser substituídos por produtos bem mais baratos e acessíveis, além de bastante eficazes.

Um bom exemplo disso é a berinjela, um fruto que está ao nosso alcance, é barato e realmente eficaz para a perda de peso. Além da questão do preço a berinjela é de fácil aplicação culinária devido ao seu sabor suave, e existem inúmeras receitas saborosas e fáceis de fazer para quem quer um cardápio rico em nutrientes e com pouca gordura e carboidrato.

Por ser facilmente cultivada em regiões tropicais é possível encontrá-la em qualquer feira ou mercado, o que garante que o produto não vai desaparecer das prateleiras e você não precisará se descabelar procurando pela berinjela em algum site da internet e pagar caro para tê-la em sua casa.

Principais benefícios da berinjela

Independente da versão a ser utilizada, é importante que você conheça os três principais benefícios da berinjela e as vantagens de incluí-la em sua dieta.

Regula o trânsito intestinal

Por ser uma rica fonte de fibras a berinjela facilita o trânsito intestinal, reduzindo o desconforto daqueles que sofrem com prisão de ventre e gases incômodos. Como as fibras da berinjela são solúveis é fundamental manter o consumo de água em pelo menos dois litros por dia.

Previne doenças cardíacas

Pesquisas recentes têm comprovado que a alta concentração de flavonoides, componentes responsáveis pela cor arroxeada da berinjela, tem sido associada à diminuição de doenças do coração. Muitos profissionais da área estão recomendando o consumo da berinjela como auxiliar no tratamento de pacientes cardíacos, e muitos deles já sentem a diferença no tratamento.

Programa de emagrecimento

Programa de emagrecimento como o projeto Mamãe sarada também podem influenciar de formas significativa seu progresso. Um dos mais falados atualmente pela Web é o programa de Gabriela Cangussú, um programa voltada o para mulheres que acabaram de sari da um processo gestacional e adquiriram certa quantia de peso. O programa garante a perda de peso através de um plano alimentar e 14 minutos diários de exercícios.

Facilita no emagrecimento

Um estudo da Universidade Federal do Rio de Janeiro comparou dois grupos de mulheres acima do peso. O resultado mostrou que o processo de emagrecimento foi muito mais rápido no grupo de mulheres que faziam uso diário da farinha de berinjela, proporcionando o dobro de perda de gordura corporal em relação ao grupo que não tinha esse hábito.

Além dos benefícios citados acima, é importante saber que você pode consumir a berinjela de duas formas, além das receitas de culinária.

Água de Berinjela

Com apenas um litro de água e uma berinjela média com casca você pode preparar a famosa receita que ajuda a emagrecer. Basta cortá-la em pedaços e deixa-los na água durante toda a noite dentro da geladeira.

No dia seguinte você deverá consumir a água em jejum, o que ajudará a trazer saciedade ao longo do dia e ainda regula os níveis de insulina no sangue. Para não haver risco de hipoglicemia o ideal é você testar por uma semana e verificar como seu corpo reage.

berinjelaFarinha de Berinjela

Ela possui 10 vezes mais fibras do que o fruto, e por essa razão a farinha de berinjela tem sido amplamente recomendada por nutricionistas em dietas para redução de peso. Além de promover saciedade e retardar a absorção de açúcar, ela possui poucas calorias.

A quantidade recomendada para consumo diário é de quatro colheres de sopa rasas por dia, podendo ser misturada em iogurtes, molhos e sopas. Nesse caso vale a mesma recomendação que a água de berinjela, pois a farinha também pode causar hipoglicemia. Teste ao longo de uma semana para ver como seu corpo reage.

O poder do Goji Berry

Assim como a berinjela o Goji Berrie também é um excelente aliado da vida saudável, e não precisa nem mencionar o preço… Existem inúmeros livros e pesquisas científicas que comprovam a eficácia do Goji Berrie no combate a gordura. Ele estimula o bom funcionamento do fígado, pois contém altas concentrações de uma substância chamada polifenol.

Sendo assim, o Goji Berrie age em nosso corpo promovendo uma limpeza geral, o que leva auxilia no emagrecimento, na medida em que o metabolismo entra em maior atividade e o corpo responde melhor aos exercícios e dieta. O Goji Berrie ainda auxilia no combate às alergias e graças à pectina presente na fruta ainda promove sensação de saciedade.

Água com Goji Berrie

Você pode tomar a água com Goji Berrie pela manhã em jejum e sentir seu efeito desintoxicante. Basta espremer maio Goji Berrie em um copo com 250 ml de água em temperatura ambiente. Acrescente algumas gotinhas de adoçante natural caso não se adapte ao gostinho mais amargo. Os efeitos no corpo são excelentes e vale a pena o esforço.

Sucesso!

Ás vezes quando queremos emagrecer barriga, tentamos de tudo e não conseguimos nada. Parece que aquela barriguinha saliente não vai nos deixar de jeito nenhum, não é mesmo?

Malhamos, fazemos dietas, e adotamos todos os métodos para perder os quilinhos que insistem em permanecer intactos.

Você já parou pra pensar que pode estar fazendo as coisas do jeito errado? Não acredita? Pois então leia o artigo e veja quais atitudes erradas você está tomando que não estão permitindo que você perca esses quilinhos na região abdominal!

garota-fitness-brasil-2013-1370355425735_615x300

Atitudes erradas que não deixam você emagrecer barriga

Não ter uma meta: para ter sucesso em qualquer coisa que se queira fazer, é preciso ter uma meta. E para emagrecer não é diferente!

Ter uma meta definida é muito importante; para que você saiba para onde está indo; Ter uma meta inatingível: tudo é possível nessa vida.

Mas o problema da sua meta pode ser o tempo para cumpri-la. Emagrecer dez quilos em uma semana, por exemplo, não é uma meta realista.

Metas como essa, fazem com que você desanime; Perder o foco: sair da dieta a toda hora, deixar a academia para depois, não são atitudes indicadas se você está querendo emagrecer barriga.

O ideal é persistir e manter o foco para conseguir emagrecer barriga de verdade.Comemorar a perda de peso com comida: perder uns quilinhos é mesmo um desafio que deve ser comemorado! Mas nada de sair para comer, o ideal é comprar uma roupa nova, se arrumar e sair para dançar!

Ainda de quebra você perder mais algumas calorias! Passar muito tempo sem comer: ao contrário do que muitos pensam pular refeições não emagrece, pelo contrário!

fitness_brasilPode fazer você aumentar de peso, isso porque se você pular as refeições, na próxima, com certeza estará com muita fome e portanto comerá mais do que seria necessário.

Dormir mal: Se você dormir pouco, provavelmente estará de mau humor no outro dia, isso te deixará ansioso e ansiedade combina com compulsão! Trocar de dieta e exercícios o tempo inteiro: uma dieta balanceada e saudável não dá resultado do dia para a noite! Você deve manter a dieta por um período, para só depois analisar se ela funcionou ou não.

Com os exercícios é a mesma coisa. Você deve alterná-los, corrida num dia, caminhada no outro e bicicleta no próximo, por exemplo. Mas se você correu um dia e não conseguiu emagrecer barriga, não quer dizer que corrida não funciona! Os resultados levam um tempo para aparecerem, mas com certeza eles virão!

Dicas eficazes de como emagrecer barriga

Você percebeu quanta coisa estava fazendo errado para emagrecer barriga? Que tal agora conhecer as dicas que funcionam para perder as gordurinhas que a tempo vem incomodando? Confira o que você

deve fazer:

Você percebeu como pequenas coisas podiam estar atrapalhando seu processo de emagrecer barriga? Pequenas mudanças no seu dia a dia; podem auxiliar no seu emagrecimento.

Mas e você, tem feito às escolhas certas para emagrecer? Deixe um comentário e conte pra gente como está o seu processo de emagrecer barriga! Clique em curtir também

1. Faça treinos curtos e intensos

É melhor colocar o corpo para trabalhar cinco vezes por semana por pouco tempo e de maneira vigorosa do que suar a camisa apenas dois dias durante várias horas.

“Isso porque as séries menores e mais intensas proporcionam um gasto calórico maior”, explica a expert Marcia Angeli, treinadora da Body Systems, empresa que promove aulas de treinamento físico em academias do mundo todo.

“E é muito mais fácil reservar de 30 a 40 minutos para se dedicar à malhação do que uma hora e meia ou duas.”

versao_magra

2. Tem pouco tempo? Não faça pausas

“Se você não dispõe de muitas horas para malhar, faça treinos sem intervalos, no formato bi-set ou tri-set”, sugere Cloé Celentano, proprietária da 4US Consultoria e Assessoria Esportiva, em São Paulo. Um treinamento super eficiente é o Código emagrecer de vez, ele funciona como um treinamento HIT.

Você vai alternar dois, três ou vários exercícios sem parar entre eles. Fazer um circuito colocando a esteira, a bicicleta ergométrica ou o transport entre cada movimento é outra boa ideia.

3. Contraia o abdômen em todos os exercícios

Assim, a musculatura da região será sempre requisitada – e vai ficar mais torneada. A coluna, protegida, e a postura, melhorada, vão agradecer. De quebra, a atividade como um todo produz muito mais resultados.

“Leve o umbigo em direção às costas, como se fosse fechar o zíper de uma calça muito justa, e prenda o perínio como se estivesse com vontade de fazer xixi”, ensina Flavia Lunezzo, educadora física pós-graduada em biomecânica.

4. Não abra mão dos agachamentos

“Se eu tivesse que optar apenas por um exercício, esse seria a minha escolha”, afirma Dirgo Zanon, eleito o personal trainer do ano pela Sociedade Brasileira de Personal Trainers.

Eis o porquê: se os agachamentos forem realizados da maneira correta, recrutam todos os grupos musculares dos membros inferiores e do core, região que compreende a área do abdômen, da lombar e dos quadris.

“Além disso, existem muitas variações que podem ser usadas para focar o trabalho nas coxas ou nos glúteos, por exemplo.”

agachamentos

5. Alterne os aparelhos com exercícios que usam o peso do próprio corpo

Segundo Marcia, as flexões de braço e a prancha, por exemplo, deixam as fibras musculares mais bem coordenadas, o que contribui para que elas trabalhem com maior eficácia. Além disso, esse tipo de movimento condiciona o corpo todo de uma vez e melhora a postura.

6. Reforce os músculos do quadríceps e os isquiotibiais

Eles estão localizados na frente e atrás das coxas, respectivamente, e trabalham em sinergia para equilibrar o corpo e sustentá-lo em situações estáticas e dinâmicas, como a caminhada, a corrida e os saltos.

“Se estiverem bem trabalhados, além de deixar as pernas torneadas, evitam dores e lesões nos joelhos e nas costas”, conta Iva Bittencourt, especializada em fisiologia do exercício.

7. Troque o treino periodicamente.

Peça para seu professor da academia fazer uma nova série a cada dois meses ou 20 treinos, em média. “Precisamos mudar o estímulo da malhação, senão o corpo se adapta e deixa de evoluir”, explica Cloé.

cuidados com apostura8. Cuide da sua postura

É muito comum nos esquecermos desse detalhe tão importante durante o treino. “Antes de começar, estique a coluna, como se estivesse sendo puxada pelo topo da cabeça, deixando-a alinhada com o tronco.

Posicione os ombros longe das orelhas e faça uma rotação com eles para trás”, ensina Flavia. Aliás, essa é a postura que a gente deveria sempre adotar, o tempo todo: peito para a frente e ombros para… você já sabe! Fortalecer as costas também é imprescindível.

9. Não se esqueça de beber água

Ela melhora o aproveitamento das vitaminas pelo organismo, leva o glicogênio, a fonte de energia dos músculos, até as células, controla o cansaço, favorece a circulação sanguínea, regula a temperatura corporal e diminui a incidência de câimbras.

“Durante o treino, beba cerca de 200 ml a cada 20 minutos, em média”, recomenda Flavia. A medida corresponde a um copo plástico cheio. Os isotônicos só são indicados para quem faz atividades intensas por uma hora ou mais, sem intervalo, e sua muito.

10. Não exagere na malhação

Por causa da ânsia de ver aquele corpão no espelho, muita gente faz atividades físicas em excesso e acaba se machucando.

Assim, em vez da academia, acaba na clínica de fisioterapia ou, pior, no hospital. Outro cuidado para ficar longe de lesões é prestar atenção na realização de cada um dos movimentos, principalmente se estiver muito cansada ou com pressa.