Dicas para Emagrecer – O que pode e o que não pode fazer?

Se você se propôs a se livrar dos quilos a mais, nos próximos meses, com o objetivo de cuidar da saúde e ficar bem na praia, você deve saber que existem muitos comportamentos que ajudam e outros que não colaboram em nada para alcançar o seu propósito, por isso, a seguir apresentamos os SIM e os NÃO para emagrecer rápido para o verão.

dicas para emagrecer rápido

O que podemos fazer para emagrecer

Se você não quer perder de vista o cuidado de seu corpo, é importante escolher muito bem as estratégias que você usa para perder peso, por isso, contamos-lhe os fatores, hábitos e/ou comportamento que SIM ajudam a emagrecer para o verão:

Autocontrole de hábitos:

Manter um registo do seu peso corporal, monitorar o treinamento que você faz, e também, controlar a sua dieta são todos os fatores que fazem parte do auto-controle que pode ajudá-lo a emagrecer. Voltar tangível nossos hábitos e conhecer com exatidão dos comportamentos que favorecem e os que prejudicam o emagrecimento é sempre um bom recurso para se livrar dos quilos a mais. Então você pode levar um diário alimentar onde regista tudo o que é consumido, e fazer o mesmo com a atividade que realiza ou utilizar um gadget ou aplicativo no celular.

Exercício regular:

A atividade física, estruturada ou não, com regularidade é a chave para alcançar um balanço energético negativo, que nos ajude a emagrecer, mas, para além das calorias que você queima em movimento, o exercício melhora o controle da dieta, eleva a auto-estima, reduz o estresse, aumenta o metabolismo em repouso.

Além disso, os exercícios para emagrecer podem ser de grande ajuda para melhorar o nosso relacionamento com a comida, portanto, mover-se é um SIM bem grande, que não deve faltar em nossos dias, se queremos perder peso para o verão.

Ambiente seguro:

Se estamos rodeados de pessoas fisicamente ativas e amantes da comida saudável, na nossa casa há apenas alimentos nutritivos que nos podem ajudar a perder peso, e além disso, temos a possibilidade de cozinhar em casa, passar ao jornal e liberar tensões, teremos um ambiente favorável para o emagrecimento. A chave está em evitar um ambiente obeso que, longe de ajudar-nos a perder quilos, seja um incentivo para engordar.

Alimentos:

Escolher alimentos que acalmam rapidamente o apetite e nos ajudam a comer menos, é mais fácil emagrecer, por isso, é aconselhável incluir em nossos pratos habituais proteínas magras, fibra e água, com o objetivo de não negligenciar as calorias, mas saciar o organismo.

Comer devagar:

Fazer as refeições em menor velocidade, pode ajudar a controlar melhor a quantidade que comemos e reduzir a sensação de fome, por isso é fundamental se queremos comer menos calorias para emagrecer. Por isso, é aconselhável sentar-se à mesa, usar talheres, mastigue bem e colocar em prática outros truques que nos ajudam a reduzir o tempo de cada refeição para favorecer o emagrecimento cara do verão.

Estes são os hábitos e comportamentos que SIM ajudam a emagrecer, cuidando de sua saúde de lado no verão, portanto, você não pode deixar de colocá-los em prática.

O que NÃO podemos fazer para perder peso

Se você quer alcançar com sucesso uma perda de peso para o verão, você deve evitar todos os fatores que podem dificultar esse processo ou prejudicá-lo na estrada, como os que mostramos a seguir:

Descanso insuficiente:

Dormir muito pouco e/ou mal a cada noite é um fator que nos leva ao stress e altera hormônios que regulam a fome, o apetite e o metabolismo do organismo, podendo ocasionar uma maior ingestão de alimentos, menos saciedade e menor gasto calórico, mesmo em repouso, por isso, é importante evitar os problemas de sono e tentar dormir bem e o suficiente a cada dia, se queremos emagrecer.

Stress:

Níveis elevados de cortisol no corpo, devido ao escasso período de repouso diário ou em atividades estressantes podem afetar a sua dieta e seu nível de atividade física, assim como ressentir o metabolismo, ocasionando um ganho de quilos, ou uma redução na perda de peso. O estresse não só pode reduzir o tempo que dedica ao sono profundo, mas, também, afetar a prática de exercício físico regular e incentivar o consumo de alimentos calóricos, por isso, é um hábito para evitar para emagrecer.

Consumir só alimentos light:

Alimentos light ou reduzidos em calorias nem sempre são de grande ajuda para perder peso e podem reduzir o sabor e o prazer que proporcionam ao nosso corpo, por isso, também podem incentivarmos a comer mais. A diferença calórica nem sempre justifica o consumo de um alimento light e, além disso, olhar só para as calorias é um erro, pois nem todas as calorias são iguais, mas que é fundamental saber os nutrientes dos mesmos.

Dietas milagrosas:

Algumas receitas milagrosas de dietas para emagrecer e secar barriga que promovem um emagrecimento rápido e com um mínimo de esforço são acima de tudo uma grande armadilha. Isto porque podem danificar o nosso organismo de várias formas e levar-nos a um túmulo metabólico que, finalmente, provoca um grande efeito rebote e dificuldades a longo prazo para alcançar um peso saudável.

Como se não bastasse, muitas dietas são perigosas e nos empurram para um grande desembolso de dinheiro, por isso que, longe de nos ajudar a nos sentirmos bem e estar melhor, por dentro e por fora, nos prejudicam.

Leia também: Os segredos da dieta dukan por um nutricionista

Estes são os SIM e os NÃO se quer emagrecer para o verão, cuidando de seu corpo por dentro e por fora. Lembre-se: os milagres não existem, portanto, a chave está em cuidar de seus hábitos de vida para conseguir perder os quilos a mais de uma vez e para sempre.